23°C 28°C
Fortaleza, CE

Arrecadação federal chega a R$ 228,8 bilhões em abril e bate novo recorde

No quadrimestre de janeiro a abril de 2024, a arrecadação alcançou o valor de R$ 838,073 bilhões, alta de 8,36% na comparação com o mesmo período acumulado de 2023

21/05/2024 às 11h49 Atualizada em 21/05/2024 às 11h57
Por: MTb:0003449/CE Fonte: Exame
Compartilhe:
Arrecadação federal chega a R$ 228,8 bilhões em abril e bate novo recorde

A arrecadação do governo federal teve crescimento real (após descontada a inflação) de 8,26% em abril na comparação com o mesmo mês do ano anterior, e chegou a R$ 228,873 bilhões, informou a Receita Federal nesta terça-feira, 21. O resultado é o melhor para o mês de abril na série história da Receita, iniciada em 1995.

Continua após a publicidade

No quadrimestre de janeiro a abril de 2024, a arrecadação alcançou o valor de R$ 838,073 bilhões, alta de 8,36% na comparação com o mesmo período acumulado de 2023. Esse também é o melhor desempenho arrecadatório para o período desde 2000.

Continua após a publicidade

Em abril, os recursos captados pela Receita, que englobam a coleta de impostos de competência da União, somaram R$ 213,301 bilhões, com alta real de 9,08%. A arrecadação administrada por outros órgãos totalizou R$ 15,571 bilhões, com queda real de 1,88%. 

Continua após a publicidade

Segundo o Fisco, o aumento arrecadatório pode ser explicado pelo comportamento das variáveis macroeconômicas, pelo retorno da tributação do PIS/Cofins sobre combustíveis e pela tributação dos fundos exclusivos em conformidade com a Lei 14.754, de 12 de dezembro de 2023.

Arrecadação de abril

De acordo com os dados da Receita, alguns fatores elevaram a arrecadação de impostos e contribuições federais no mês:

  • O PIS/Pasep e a Cofins totalizaram uma arrecadação de R$ 44,301 bilhões, representando crescimento real de 23,38%. O resultado é explicado, principalmente, pelo acréscimo da arrecadação relativa ao setor de combustíveis, , da exclusão do ICMS da base de cálculo dos créditos dessas contribuições, , além da redução de 14% no montante das compensações.
  • A Receita Previdenciária totalizou uma arrecadação de R$ 52,790 milhões, com crescimento real de 6,15%. Esse resultado se deve ao crescimento real de 5,11% da massa salarial. Além disso, houve crescimento de 18% no montante das compensações tributárias com débitos de receita previdenciária em relação a março de 2023.
  • O Imposto sobre Importação e o IPI-Vinculado à Importação apresentaram uma arrecadação conjunta de 8.071 milhões, representando crescimento real de 27,46%. Esse desempenho decorre dos aumentos reais de 14,02% no valor em dólar (volume) das importações, de 2,18% na taxa média de câmbio, de 15,70% na alíquota média efetiva do I. Importação e de 7,77% na alíquota média efetiva do IPI-Vinculado.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Fortaleza, CE
30°
Parcialmente nublado

Mín. 23° Máx. 28°

33° Sensação
8.75km/h Vento
62% Umidade
98% (2.91mm) Chance de chuva
05h38 Nascer do sol
05h33 Pôr do sol
Sáb 28° 23°
Dom 27° 23°
Seg 28° 23°
Ter 28° 24°
Qua 28° 24°
Atualizado às 15h02
Economia
Dólar
R$ 5,45 -0,16%
Euro
R$ 5,83 -0,22%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,25%
Bitcoin
R$ 369,480,17 -1,67%
Ibovespa
121,514,12 pts 0.89%
Lenium - Criar site de notícias