23°C 28°C
Fortaleza, CE

TSE condena prefeito e vice de Baturité

Proferida nesta sexta-feira (24), a decisão do TSE reverte o que entendeu o TRE/CE sobre o julgamento, que por unanimidade, votou pela não condenação; o grupo deve recorrer

25/05/2024 às 10h56
Por: MTb:0003449/CE Fonte: CN7
Compartilhe:
TSE condena prefeito e vice de Baturité

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta sexta-feira (24) tornar inelegível por oito anos e cassar os mandatos do deputado federal Eduardo Bismarck (PDT) e do suplente de deputado estadual Audic Mota (MDB). Com a decisão, ficam inelegíveis, pelo mesmo período, o prefeito de Baturité, Herberlh Mota (Podemos), e o vice-prefeito Francisco Freitas. O grupo é acusado de abuso do poder político e de autoridade durante as Eleições Gerais de 2022, já que o prefeito teria usado suas redes sociais para exaltar a imagem dos parlamentares. No Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), o grupo havia ganho o processo por unanimidade. Ao OPINIÃO CE, o gestor do município do Maciço afirmou que vai recorrer na Justiça.

Continua após a publicidade

“Com muita tranquilidade e confiança em Deus e na Justiça que essa decisão será revertida! Vamos recorrer”, afirmou Herberlh. Em suas redes sociais, Audic Mota também comentou sobre a decisão do TSE. “Reafirmo minha confiança na Justiça e no devido processo legal. Informo que tomarei as providências judiciais cabíveis nas instâncias competentes para garantir a proteção dos meus direitos”.

Continua após a publicidade

A assessoria do suplente de deputado afirmou que Audic foi “surpreendido” com a decisão, já que teve inocência reconhecida pelo TRE/CE. O parlamentar considera o entendimento da Justiça Eleitoral “errada”.

Continua após a publicidade

A votação, pelo placar de 5 a 2, analisou Recurso Ordinário do Ministério Público Eleitoral (MPE). Conforme o órgão, ao “exaltar” a imagem de Bismarck e Audic nas redes sociais, Herberlh teria “desequilibrado a disputa” para o pleito a ser realizado em 2022. A tese do relator, do ministro cearense Raul Araújo, foi seguida apenas por Nunes Marques. De forma contrária, votaram os ministros Alexandre de Moraes, Isabel Gallotti, Floriano de Azevedo Marques, André Ramos Tavares e Cármen Lúcia. Confira as decisões proferidas pelo colegiado:

  • “i) decretar a inelegibilidade de Herberlh Freitas Reis Cavalcante Mota e Francisco Carlos Lourenço Freitas, então Prefeito e Vice-Prefeito do Município de Baturité, de Eduardo Henrique Maia Bismarck, Deputado Federal, e de Audic Cavalcante Mota Dias, Deputado Estadual eleito suplente, para as eleições a se realizarem nos 8 (oito) anos subsequentes à eleição em que constatados os abusos”;
  • “ii) cassar os diplomas de Eduardo Henrique Maia Bismarck (Deputado Federal) e de Audic Cavalcante Mota Dias (Deputado Estadual suplente), na condição de candidatos beneficiários do abuso do poder político e de autoridade, com base no art. 22, XIV, da LC 64/1990, determinando, ainda, a comunicação ao TRE-CE para imediato cumprimento e adoção das providências cabíveis, nos termos do voto divergente do Ministro Alexandre de Moraes (Presidente), vencidos o Relator e o Ministro Nunes Marques”.

O grupo, autuado no dia 22 de julho de 2023, teve vitória por unanimidade no TRE-CE pelo placar de 7 a 0.

DEFESA DE BISMARCK

Por meio da redes sociais, Eduardo Bismarck emitiu uma nota pública para se defender da decisão do TSE, O parlamentar pedetista destaca que que das postagens mencionadas pelo MPE-CE, o nome dele aparece em duas. Sobre a primeira, ele diz que foi mencionado por Herberlh Mota, quando o gestor agradeceu pelo envio de emendas que beneficiaram o município de Baturité.

O deputado acrescenta que na outra postagem mencionada ele aparece em uma foto tirada durante uma solenidade da Prefeitura de Baturité e ele está ao lado de dezenas de autoridades. Salientou que foi postado um “carrossel” de fotos.

“No nosso caso, as duas postagens supracitadas que apareço, foram, repito, fora do período eleitoral, dentre centenas de outras postagens diversas, o que, no nosso entendimento, demonstra total irrelevância no âmbito eleitoral”, defendeu-se Eduardo Bismarck.

O parlamentar reforçou que está indignado com a decisão do TSE, por entender que cumpriu o dever como deputado federal junto à população.

“Respeitando a decisão do TSE, mesmo diferente do entendimento do TRE-CE, informo que aguardo, no mandato, a publicação dos acórdãos da decisão desta manhã para compreender o embasamento dos votos e recorrer da decisão“, ressaltou.

Eduardo Bismarck finalizou a postagem agradecendo os votos de solidariedade que vem recebendo de colegas parlamentares e do eleitorado de um modo geral.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Baturité - CE
Sobre o município
Baturité é um município brasileiro do estado do Ceará. Localiza-se na microrregião de Baturité, mesorregião do Norte Cearense. Sua população estimada no último censo é de 33.326 habitantes que representa cerca de 0,38% da população do estado de Ceará. Baturité é a terra natal de Franklin Távora, escritor do romantismo, autor de O Cabeleira; de Luiz Severiano Ribeiro, o fundador do Grupo Severiano Ribeiro, de Elmano de Freitas, atual governador do Ceará; e do Major Antônio Couto Pereira
Ver notícias
Fortaleza, CE
30°
Parcialmente nublado

Mín. 23° Máx. 28°

33° Sensação
8.75km/h Vento
62% Umidade
98% (2.91mm) Chance de chuva
05h38 Nascer do sol
05h33 Pôr do sol
Sáb 28° 23°
Dom 27° 23°
Seg 28° 23°
Ter 28° 24°
Qua 28° 24°
Atualizado às 15h02
Economia
Dólar
R$ 5,44 -0,24%
Euro
R$ 5,82 -0,33%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,17%
Bitcoin
R$ 369,383,65 -1,62%
Ibovespa
121,490,49 pts 0.87%
Lenium - Criar site de notícias